Um técnico monta kits de teste de coronavírus nas instalações de fabricação da Evolve, onde fabricarão ventiladores, em Fremont, Califórnia, EUA, em 26 de março de 2020. Foto tirada em 26 de março de 2020.

Governo inaugura Centro de Acolhimento para pessoas com Covid-19

Compartilhar

O Governo do Estado, em parceria com a Fundação Itaú, vai inaugurar, no início de agosto, um Centro de Acolhimento voltado ao atendimento de moradores de comunidades carentes que estejam com sintomas leves da Covid-19. O espaço vai possibilitar que os contaminados fiquem em isolamento social, de forma a evitar que o vírus se espalhe pela comunidade. O local tem capacidade para acolher até 70 pessoas encaminhadas pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Durante o programa Fala Governador, desta segunda-feira (27), o governador João Azevêdo ressaltou a importância da implantação deste espaço de acolhimento. “Esta ação vai permitir que pessoas com sintomas leves da Covid-19 que não precisam de internação hospitalar, possam proteger as suas famílias, tendo um espaço de acolhimento para que elas permaneçam com toda assistência de saúde, psicológica e alimentar. Ao mesmo tempo, elas estarão evitando levar a Covid-19 para dentro de suas casas e para a comunidade. É uma parceria importante com a Fundação Itaú e que é algo fundamental. Isso está sendo implantado em vários estados do Brasil e agora na Paraíba. Na próxima semana estaremos com este Centro pronto para acolher as pessoas que precisarem”, garantiu o governador.

O secretário de Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, participou do Fala Governador e enfatizou que o Centro de Acolhimento contribui para diminuir a velocidade de contágio em ambientes com alta densidade populacional. “É o caso das comunidades, onde muitas vezes moram cinco, seis, dez pessoas em habitações precárias. Esse Centro deve funcionar por cerca de 90 dias. Lá as pessoas terão seis refeições por dia e acesso a espaços de lazer”, explicou.

O Centro foi montado no prédio da Escola Estadual Linduarte Noronha, no Loteamento Colinas do Sul, bairro de Gramame, que estava fechada por conta da quarentena, e atenderá aos moradores da comunidade. Nesse espaço, os residentes terão o apoio de assistentes sociais, cuidadores e acompanhamento médico, via telemedicina.

As pessoas também receberão refeições preparadas por fornecedores locais, gerando renda para a comunidade e roupas obtidas por doações. O projeto está sendo realizado por meio de uma ação conjunta entre o Governo do Estado, por meio das Secretarias do Desenvolvimento Humano e da Educação, Ciência e Tecnologia, Prefeitura Municipal de João Pessoa e com a Organização Asas/Cejam.

Todos Pela Saúde – Iniciativa lançada pelo Itaú Unibanco para ajudar a combater a Covid-19 e seus efeitos sobre a sociedade brasileira, o projeto tem o objetivo de oferecer, aproximadamente, 1.600 leitos e o investimento total será de R$ 30 milhões. O complexo de João Pessoa é um dos oito Centros de Acolhimento que estão sendo abertos em estados como o Rio de Janeiro, Pernambuco, Alagoas, Piauí, Ceará e Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

%d blogueiros gostam disto: