Itapemirim anuncia o fim do trajeto terrestre São Paulo-João Pessoa. ANTT confirma decisão

A Itapemirim, a partir do dia 27 de janeiro, não mais fará o trajeto São Paulo/João Pessoa. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (30) pela ANTT, a Agência Nacional de Transportes Terrestres a pedido da própria empresa.

Serão 28 linhas e 125 mercados, como são chamados os trechos que ligam uma cidade a outra, que não serão mais atendidas, uma decisão tomada agora com as vias terrestres, depois da suspensão das linhas aéreas.

Além de São Paulo/João Pessoa, segundo a agência, estão autorizadas a deixar de circular definitivamente linhas importantes como as que ligam Belo Horizonte a Recife; Brasília a Maceió e Rio de Janeiro a Teresina.

As linhas e os mercados de ônibus interestaduais estavam registrados no nome da Viação Itapemirim e da Viação Caiçara. A Caiçara é um dos nomes de fachada do grupo, que não está mais sendo usada, mas que até então, as linhas seguiam ativas.

“Recuperação”

Em nota, a ANTT informou que o pedido de suspensão das atividades está dentro das regras e que a data de 27 de janeiro leva em consideração o prazo de 90 dias após o pedido de suspensão ter sido protocolado pela empresa. A nota também informa que os passageiros que já tiveram passagens emitidas têm o direito ao reembolso integral do valor pago pela passagem, incluindo taxas de comissão.

O Grupo Itapemirim está em recuperação judicial desde março de 2016 e acumula dívidas que chegam a DOIS bilhões de reais.

Nós entramos em contato com a empresa questionando quantos passageiros vão ser prejudicados com a suspensão dos serviços e não houve resposta. Em nota, a empresa apenas informou que o grupo Itapemirim apresentou um plano de reestruturação logístico e operacional com o objetivo de reduzir custos e maximizar resultados financeiros e que as operações rodoviárias seguem de forma normal.

Fonte: Redação com informações da Agência Brasil