Em Cajazeiras, Polícia procura homem que deu seis golpes de punhal na companheira. “Cutinha” não aceitou separação

Ediana foi esfaqueada

A Polícia Civil da Paraíba, sediada em Cajazeiras, vem divulgando cartazes por toda a região, com fotografias de Luís de Lima Inácio, vulgo “Cutinha”, que se encontra foragido, acusado de desferir seis golpes de punhal na companheira Francisca Ediana. A tentativa de homicídio e feminicídio teria ocorrido, conforme a família, pelo fato do foragido não aceitar a separação. Toda a polícia do sertão paraibano está mobilizada a procura de Cutinha, que tem 41 anos de idade.

Francisca Ediana está hospitalizada, já foi submetida a cirurgias e terá que fazer um novo procedimento cirúrgico nos próximos dias. Seus parentes, em contato com o BLOG DO MARCOS LIMA informaram que Francisca Ediana convivia há oito anos com “Cutinha” e, apesar dele aparentar total tranquilidade ao longo de todo relacionamento, mudou de comportamento após a vítima dizer que iria embora e que levaria seus pertences.

“Ediana decidiu separar e alguns dias vinha nesse processo de desmontar moveis e no aguardo de um carro para mudança. No dia 5 de novembro, sexta-feira à noite, o acusado chegou do serviço e Ediana havia dado uma caminhada com a sobrinha do Acusado, sentaram- se na calçada da mãe do mesmo e ao entrar em casa, o acusado foi atrás, e falou que a mudança iria mas ela não, desferindo assim, vários golpes com um punhal que provavelmente seria de um amigo”, afirmou um dos parentes da mulher esfaqueada.
A vítima teve 6 perfurações abdominais, onde uma delas atingiu o intestino. As mãos da vítima também foram atingidas devido a ato de tentar se defender. Francisca Ediana não possui renda e estava selecionado para ser chamada na empresa Queiroz e Galvão, devido a esse acontecido está desempregada e sem renda alguma, com impossibilidade de trabalhar por algum tempo.

Por Marcos Lima