Os três patetas

Por Carlos Vieira

Uma comédia, com final triste e melancólico. É dessa forma que cidadãos brasileiros preveem o fim da Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado (CPI), instalada para investigar possíveis omissões do Governo Federal durante a pandemia do covid-19. Não vou
me ater em discutir o processo investigatório, que deve acontecer contra qualquer governo, mas apenas sobre as palhaçadas de seus integrantes.
Quem teve a coragem de ficar sentado diante de uma televisão assistiu muitas cenas que relembraram os bons tempos do filme “Os Três Patetas”, uma comédia cinematográfica que levava as pessoas ao delírio por conta das trapalhadas. Pois é, meus amigos, a CPI teve de tudo um pouco – ofensas, ataques, acusações, ameaças, alguém chamando outro de vagabundo, ladrão, picareta e outros termos pejorativos.
A comissão conseguiu construir toda essa “proeza” de cenas hilariantes, cômicas, que renderam muitas gargalhadas. Lamentavelmente, o Senado virou um circo, mostrando que é pródigo em revelar talentos, hoje tão escassos na área circense.
Ao longo dos anos, o fiasco de uma Comissão Parlamentar de Inquérito se tornou um fato marcante e vergonhoso, tanto no Congresso Nacional como em Assembleias Legislativas. Além de se transformar em piza, sem mostrar para que veio e nem punir ninguém, serviu
também de chacota por essa país afora.
A CPI começou errada logo na sua escolha. Foram eleitos dois senadores – presidente e relator – que são mais sujos do que pau de galinheiro. Omar Aziz e Renan Calheiros são velhas figuram conhecidas da Justiça brasileira, pois engrossam uma lista de acusações e crimes por envolvimento com recursos públicos. Essas duas figuras têm estatura moral para investigar alguém?
Para quem não sabe, Renan tem uma ficha “limpa” de fazer inveja a qualquer cidadão honrado: responde a 17 processos no Supremo Tribunal Federal por vários crimes. Já o outro senador, Omar, exemplo de dignidade e honradez, é investigado por desvio de R$ 260 milhões de verbas públicas quando foi governador do Amazonas.
O depoimento de testemunhas e convidados na CPI da Covid foi algo que tirou muitos depoentes do sério, porque não podiam responder as perguntas devido as interferências constantes dos seus inquiridores. Não eram depoimentos, mas uma inquisição, com
julgamento definido pelos três patetas e condenação sumária.
O que esperar dessa CPI, comandada pelos três patetas Omar Aziz (presidente), Randolfe Rodrigues (vice-presidente) e Renan Calheiros (relator)? Os adversários do presidente Jair Bolsonaro apostam todas as fichas que ele sairá arranhado e pode se comprometer na Justiça. Até lá veremos se o resultado dessa comissão também vai terminar ou não em piza. Só
o tempo dará a resposta!

_____________________

CARLOS VIEIRA – Jornalista Profissional, colunista, cronista esportivo e editor setorial do Jornal A União

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *