Foto - Reprodução Watsaap

OPINIÃO – O Brasil é do senhor Jesus?

Por Matias Nascimento

Jesus, o rebento das mazelas de Nazaré…
O amigo dos excluídos pelo sistema político e econômico pautado pelos interesses das elites…
O parceiro dos malvistos pela moral religiosa hipócrita…
O camarada dos indignados com a ordem social profundamente injusta de sua época…
O companheiro de infortúnios (afinal, foi assassinado numa cruz por ter sido marginalizado como agitador/ dissidente político) dos brutalizados pelo braço armado do estado QUE SEMPRE SERVIU, SERVE E SERVIRÁ ÀS DETERMINAÇÕES E ASPIRAÇÕES DAS ELITES FINANCEIRAS E RELIGIOSAS…

Não.
Esse não.

Esse não é nem nunca foi o senhor deste Brasil sequestrado por uma ideologia utilitarista e oportunista da figura de um Jesus instrumentalizado para servir aos intentos megalomaníacos de líderes religiosos capazes de se associar com tudo que houver de mais baixo e podre, ou seja, antidemocrático, na política, para explodir cada vez mais os lucros de seus impérios evangélicos e para sentenciar a sociedade como um todo às intenções destes impérios por instaurar uma teocracia evangélica – autoritária, militarizada…

O “senhor jesus” destes canalhas não passa de um termo vazio de qualquer traço do Jesus de Nazaré,
E é esse que os que embarcaram nesta doutrinação do caos querem servir.
E à essa altura do campeonato, quem ainda está firme no barco do obscurantismo capitaneado pelo bezerro de ouro pós-moderno, sinceramente, é indesculpável, e não…
O Brasil não é desse “senhor jesus” forjado como padroeiro de uma parcela de bandidos que se dizem “povo”…

Ainda que os adoradores do “senhor jesus” se amparem em zilhões de mentiras justificáveis vergonhosamente pelo “mito” e sua medida provisória que cria obstáculos para a ação das redes sociais contra fake news, incitação à violência e atos contra a democracia.

Mas calma, eu sou apenas um babaca…

______________________________________________

MATIAS NASCIMENTO – Cidadão brasileiro, natural de Lucena-PB, crítico político e residindo em Juiz de Fora-MG. Artigo postado em grupos de watsaap da cidade de Lucena-PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *