Reginaldo Emídio, o gari que faz de Lucena um jardim, através da pintura

A natureza através das telas. As flores no olhar artístico. As plantas na pintura mágica de um filho de Lucena. Uma exposição de atrair atenção de quem no país sempre procurou a arte como profissão. Esta foi a cerimônia de apresentação do artista visual Reginaldo Emídio, conhecido em Lucena como “Reginado Gari”, promovida pela Secretaria Municipal de Cultura, tendo à frente a secretária Ernestina Cornélio. “Um filho da terra. Um lucenense espetacular. Um gari que merece seu reconhecimento através da sua arte”, disse a secretária.

Aos 43 anos, funcionário público municipal e um dos garis mais eficientes dos quadros da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Reginaldo Emídio expôs seus trabalhos na última sexta-feira, na Secretaria de Cultura do Município de Lucena. A mostra individual, que reúne 20 pinturas,poderá ser visitada presencialmente, com adoção das medidas preventivas contra a pandemia da covid-19, até 30 de agosto, na sede da própria Secult, localizada na Rua João Monteiro Falcão, 22, no centro da cidade.

“O artista só pode fazer sua arte se gostar, se for por amor; se não tiver amor, você não deve fazer”, disse o artista que dedica o tempo à pintura principalmente no período noturno, já que, durante o dia tem todo o tempo ocupado para a limpeza pública da cidade de Lucena.

A secretária de Cultura de Lucena, Ernestina Cornélio, é a incentivadora de Reginaldo Gari como artista. Ela informou que as 20 pinturas para o vernissage da exposição foram colocadas em papel couchê. “Acredito que ele tem mais de 200 obras. A seleção das pinturas foi difícil, mas contamos com a ajuda de um curador, o artista e crítico Dyógenes Chaves”, disse ela.

Reginaldo, esposa e filho

Ernestina Cornélio recordou que conheceu Reginaldo capinando grama na sua rua. “Ao ser abordada para lhe servir um copo d’água, seu amigo, desdenhando do seu trabalho, me disse que ele era um artista. Como meu trabalho sempre foi descobrir e valorizar os artistas, pedi para que Reginaldo levasse seus trabalhos para que pudesse da uma olhada. Qual minha grande surpresa em ver o imenso jardim que ele cultivava em seus papéis. Foi quando começou nossa amizade, incentivando-o. Hoje, tenho a oportunidade de trazê-lo para mostrar a Lucena, a Paraíba, quiçá ao mundo, o grande jardim que Lucena dispõe. Parabenizo esse grande artista, pelo seu lindo trabalho”, afirmou a secretária.

O artista lucenense disse que sempre teve o sonho de ser um grande artistisa e reconhecido nacionalmente. Afirmou ser um momento impar lhe proporcionado pela secretária de cultura, Ernestina Cornélia. “Quero parabenizar e agrader a secretária Ernestina e a Prefeitura de Lucena, pois, se não fossem eles, não estaria neste momento muito importante na minha vida apresentando meu lado artístico”, alegou.

Por Marcos Lima

MOMENTOS DA EXPOSIÇÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

%d blogueiros gostam disto: