VANDALISMO DIGITAL: Sala de Conferência da ABEN-PB é invadida por hackers

No dia 20 de maio é comemorado o Dia dos Auxiliares e Técnicos de enfermagem no Brasil. A data é alusiva ao dia da morte da percussora da enfermagem no Brasil Anna Justina Ferreira Nery, conhecida popularmente como Anna Nery. Para lembra a data, a ABEn-PB, através do Comitê de Auxiliares e Técnicos de Enfermagem e o Coletivo Anna Nery, organizaram o III ENCONTRO PARAIBANO DE AUXILIARES E TÉCNICOS DE ENFERMAGEM, dentro da programação da 82ª Semana Brasileira de Enfermagem.

Durante as conferências, os participantes foram surpreendidos com ações de vândalos, na se sabe de o pedido de interessados ou por ato de ultraviolência, que são aleatórios e injustificados. É a violência pelo prazer da violência. Ao contraio de uma ação encomendada por pessoas interessadas, na qual a violência que não precisa ser carregada por raiva ou qualquer outro sentimento e interesse.

Neste ataque os Hackers tentaram impedir que as atividades continuassem seu curso normal e o evento não se realizasse, no entanto não contavam com a expertise da equipe encarregada da transmissão, que de imediato, solucionaram o problema e o evento continuou com o mesmo brilho do seu inicio.

Os ataques a Sala Virtual da ABEN-PB nos serve de aprendizado, para que possamos aumentar nosso grau de segurança em nossas transmissões. Eles sempre vão tentar, de algum modo, atingir pessoas e instituições, mas podemos nos proteger se tomamos medidas que os impeçam.

Para evitar o desprazer de enfrentar urgências em suas salas virtuais, deixamos abaixo algumas orientações de segurança virtual para salas virtuais (aulas on-line).

Segurança na internet

1. Desativar o compartilhamento de tela dos participantes;
2. Configurar a apresentação apenas para participantes autorizados;
3. Desabilitar o acesso rápido (só entra com autorização do moderador);
4. Permitir a entrada no Meet apenas com e-mail conhecidos.

Dicas para administradores

1. Configurar permissões de convidados e participantes e moderador. Neste caso, recomenda-se que apenas a unidade organizadora do evento tenha permissão para iniciar, gravar ou transmitir reuniões.
2. Proteger videochamadas: quando a Rede Pública de Telefonia Comutada (RPTC) está ativada, qualquer pessoa com o número de discagem e o PIN da reunião pode participar da chamada; para proteção, é preciso desativar a telefonia.
3. Monitorar o desempenho da reunião: para ver análises, incluindo os participantes, usar a ferramenta de qualidade do Google Meet.

Dicas para mediadores

1. Impedir que os participantes reutilizem reuniões anteriores: para garantir que eles não entrem novamente em uma reunião já encerrada, usar reuniões com apelidos em vez de iniciar em um evento do Google Agenda; mesmo que o apelido seja reutilizado, os participantes não podem entrar novamente em reuniões com apelido depois que o último participante sair, e o código de 10 dígitos da reunião deixar de funcionar.
2. Para criar uma reunião com apelido, use um dos seguintes métodos:
3. Link curto, como g.co/meet/nickname;
4. Acessar meet.google.com ou os apps Meet para dispositivos móveis e digitar o apelido da reunião no campo “Iniciar ou participar de uma reunião”;
5. Usar o código do Meet gerado automaticamente pelo Google Sala de Aula.

Obs.: as orientações aqui exposta não excluiu outras, nem a opinião de especialistas no assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

%d blogueiros gostam disto: