COVID 19 – Disponibilidade de sete doses da vacina para 1.639 policiais penais na PB é criticada pelo Sindasp-PB

“Lamentável o que fizeram hoje com nossos policiais penais, Uma discriminação e muita falta de respeito com todos nós. Merecemos uma justificativa bem dada para nos convencer de que não nos deixaram em último plano. Esperamos que o governador João Azevedo puxe o feito a ordem e reveja o que fizeram conosco. A insatisfação é geral dentro de toda a categoria”.

O desabafo é de Manuel Leite de Araujo, presidente do Sindasp – PB (Sindicato dos Servidores dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário da Paraíba), em relação à primeira dose da vacina de combate ao coronavírus, nas Forças de Segurança da Paraíba, iniciada nesta quinta-feira, dia 8.

Dos 1.639 policiais penais a serem vacinados em todo o Estado, conforme cronograma previamente elaborada, foram disponibilizadas apenas 7 doses de vacinas para esses trabalhadores, que possuem em carga horária exaustiva, convivem com uma população carcerária de alto risco e ainda fazem custódia de detentos, algun deles acometido pela Covid 19.

“Os policiais penais são os que mais estão na linha de frente nesta pandemia da Covid. Existe uma equipe de custódia em hospitais, que acompanha presos com tratamento de doenças infectocontagiosas, inclusive o Covid 19. Tem um pessoal que faz isso, em custódia permanente, além das escoltas, ida aos hospitais, nas unidades onde existem uma grande população carcerária, e atende também ao público, visitantes. É uma categoria que mais corre o risco  são os policiais penais”, afirmou Manuel.

Ele denunciou que, além da quantidade pífia de doses da vacina a ser destinada aos policiais penais nesta quinta-feira, num total de apenas 7, quandos os mesmos chegaram para se vacinar,  cinco delas ainda não estavam disponibilizadas, o que nos revoltou ainda mais.

“Estamos encarando essa primeira dose como sendo uma grande enganação. Nesta proporção de doses disponibilizadas, não vai atender a demanda, isto porque o Programa do Governo Federal vai chegar primeiro do que o tratamento dado pelo Governo do Estado aos agentes penais da Paraíba”, denunciou Manuel Leite.

Inicio da vacinação

O Governo do Estado começou nesta quinta-feira (8) a vacinação das Forças de Segurança da Paraíba  Ao todo são 796 doses da vacina, destinadas a policiais militares, policiais civis, policiais penais e bombeiros militares envolvidos diretamente em ações de enfrentamento da Covid-19 e que estão sendo convocados por seus respectivos órgãos.

A vacinação acontece em quatro polos, sempre em unidades do Corpo de Bombeiros Militar: em João Pessoa, na sede do Comando Geral; em Campina Grande, na sede do 2º Comando Regional; em Patos, na sede do 3º Comando Regional; e em Sousa na sede do 6º Batalhão. Inicialmente estão sendo imunizados os profissionais com idade igual ou menor que 59 anos, atendidos em sistema de drive-thru.

Endereços dos locais de vacinação:

Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar
BR-230
Bairro Jardim Veneza – João Pessoa/PB
Tel. 3218-57432

2º Comando Regional do Corpo de Bombeiros Militar
Avenida Professor Almeida Barreto, 428.
Bairro São José – Campina Grande/PB.
Tel. 3322-4649.

3º Comando Regional do Corpo de Bombeiros Militar
Rua Francisco Marcelino de Morais, s/n.
Bairro Belo Horizonte – Patos/PB.
Tel. 3423-2280.

6º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar
Rua Sinfronio Nazaré, 99.
Bairro  Estreito – Sousa/PB.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

%d blogueiros gostam disto: