Técnica de enfermagem que não aplicou vacina no Rio pode ser condenada a 12 anos de prisão

A técnica de enfermagem Rozemary Gomes Pita pode pegar até 12 anos de prisão pelo crime de peculato, que prevê punição a crimes contra a saúde pública, por fingir vacinar idoso de 90 anos em Niterói (RJ)

técnica de enfermagem Rozemary Gomes Pita, responsável pela “vacinação fake” de um idoso de 90 anos, prestou depoimento à Polícia Civil na última terça-feira (16) e, nesta quinta-feira (18), o delegado responsável pelo caso, Luiz Henrique Marques Pereira, disse  que a mulher pode pegar até 12 anos de prisão pelo crime de peculato, que prevê punição a crimes contra a saúde pública.

[…]

Rozemary foi demitida pela secretaria municipal de Saúde de Niterói e o inquérito sobre a “vacinação fake” foi finalizado pela polícia e encaminhado à Justiça.

[…]

Na esteira desses casos de “vacinação fake”, o deputado Ricardo Silva (PSB-SP) protocolou na Câmara, na última semana, um projeto de lei que torna crime a conduta de simular a aplicação de vacina.

Leia a íntegra na Fórum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

%d blogueiros gostam disto: