Banco do Brasil tem plano de demissão voluntária de 5 mil funcionarios

O novo plano de reestruturação do Banco do Brasil divulgado nesta segunda-feira (11/01) segue a linha do atual governo de ataque às instituições públicas e suas funcionárias e funcionários. O plano prevê a desativação de 361 unidades ainda no primeiro semestre deste ano, e ainda lança um programa de demissão voluntária, com previsão de adesão de cerca de 5 mil funcionárias e funcionários.

Esta ação em que está tomando a direção do Banco do Brasil é vergonhosa e se torna ainda mais repudiável pelo momento econômico que travessamos, onde cerca de milhões de postos de trabalho estão sendo fechados.

“Ao mesmo tempo que nos solidarizamos com todas as funcionárias e funcionários do BB, também repudiamos tais ações, por entender que o Banco do Brasil tem uma função social fundamental em nossa sociedade, integrando projetos sociais que não podem sucumbir diante do desgoverno que, infelizmente, estamos sendo obrigados a conviver. Sem falar, na situação de pandemia que enfrentamos, onde o banco tem uma missão imprescindível para que possamos retomar o crescimento econômico, com um mínimo de resguardo de direitos para população. Lamentável! ”. Protesta o vereador Marcos Henriques.

A meta é que o plano seja cumprido em seis meses. Os sindicatos estão se mobilizando e pretendem manter a resistência e defesa dos direitos da categoria bancária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

%d blogueiros gostam disto: