SÃO PAULO – Deputada, parente de Bolsonaro, é expulsa do PSL por infidelidade partidária

A deputada estadual Valéria Bolsonaro, parente distante de Jair Bolsonaro, foi expulsa do PSL de São Paulo por infidelidade partidária. A gota d’água foi a revelação de que ela organizou uma campanha em grupos de WhatsApp com seguidores da cidade de Americana, no interior de SP, para atacar o senador Major Olimpio (PSL-SP).

Conforme reportado no Globo, a campanha seria uma retaliação ao fato de Olimpio ter, quando era presidente do diretório estadual, nomeado dirigentes do PSL na cidade, prejudicando a base eleitoral de Valéria.

Em seu Twitter, a deputada disse que foi expulsa por apoiar o presidente:

No entanto, o presidente do PSL de SP, Junior Bozella, rebateu: “Se fosse por apoio ao presidente, teria que expulsar 50% da bancada do PSL em São Paulo. Ela foi expulsa por infidelidade partidária. Gerou inconveniente por agressões ao senador Major Olimpio e apoio a candidatos adversários do PSL. Aos poucos, vamos fazendo a faxina necessária e separando o joio do trigo”, disse.

Valéria é uma parente distante de Jair Bolsonaro. O avô de seu marido era irmão do avô do presidente.

Fonte: Portal Brasil 247

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

%d blogueiros gostam disto: